kaiunionbrasil.com / fanbase brasileira dedicada a kim jongin

The Star Japan Vol. 3 – Edição de Primavera

 

Continuo crescendo no meu próprio ritmo

KAI [EXO]

 

Como o dançarino principal do EXO, um grupo idol com uma grande popularidade em toda a Ásia, Kai conquista olhares com suas performances sofisticadas. Ele também deu seu primeiro passo em direção à atuação com seu primeiro papel principal no drama da KBS, “Andante”. O homem que encontramos para uma entrevista pouco depois do final das filmagens, respondeu cuidadosamente cada pergunta e além disso declarou “Quero continuar trabalhando duro no que quer que eu faça ao invés de estar meramente satisfeito”.

Nós escutamos a história de Kai, um ídolo que está no topo e se engaja em tudo com muito esforço, seja na performance ou na atuação.

 

P: Nos conte sobre seu papel em Andante, o Shikyung?

KAI: Shikyung é um garoto comum do ensino médio que tem uma personalidade alegre e ama aprontar. A primeira vista, você pode pensar que ele é uma pessoa preguiçosa que não leva nada a sério, mas isso é porque ele teve uma experiência traumática. Apesar dele passar por dificuldades, ele é capaz de enfrentá-las e derrotá-las sem fugir e através disso podemos perceber que ele é uma pessoa perseverante.

 

P: Ouvimos dizer que outros membros do EXO o vêem como alguém que tem um “exterior legal e frio, mas é verdadeiramente uma pessoa calorosa”.

KAI: Acho que eles estão certos (risos). Eu sempre quero fazer o meu melhor pelos outros e sou do tipo muito passional. Então interpreto Shikyung com esse meu lado.

 

P: Shikyung adora jogos, mas do que o Kai gosta mais?

KAI: Hm… O que pode ser… Dormir? (risos) Eu gosto de apenas relaxar e abstrair. Tem vezes que nem coloco o pé pra fora de casa. Quando descanso, sou do tipo de descansar completamente, então provavelmente deixo meus managers nervosos. Quando chega nesse ponto, é impossível me contactar porque provavelmente vou deixar meu telefone sozinho em outro lugar.

 

P: Algo que você tem tido interesse recentemente?

KAI: Assisto a muitos filmes e gosto de malhar na academia. Oh! E também gosto de ir assistir a jogos de futebol.

 

P: Você não joga futebol?

KAI: Não gosto muito de jogar. Seria uma confusão se eu me machucasse jogando. Eu tenho que colocar minhas forças na dança para o EXO, então com o futebol fico satisfeito apenas assistindo. Se quero me exercitar, vou a academia.

 

P: Mas você já foi a um estádio ver um jogo de futebol?

KAI: Sim! Sou um grande fã do Chelsea FC, então quando fui pra Inglaterra, assisti a um jogo deles com os membros. Assistir eles jogando com os meus próprios olhos é uma experiência completamente diferente. Os outros membros não estavam muito interessados em ir, mas eu os forcei a ir comigo e no final todo mundo ficou feliz.

 

P: Há muitas cenas na casa de repouso em Andante, então você já chegou a pensar em coisas como vida e morte durante as filmagens?

KAI: Hmm. Isso pode ser um pouco diferente do que vocês me perguntaram, mas eu pensei em algo. Por exemplo, vamos supor que tenha acontecido um assassinato. Certamente, o culpado será condenado criminalmente e a família da vítima irá querer vingança. Vamos asssumir que o culpado seja sentenciado a morte e seja executado. Mas, só por causa disso, significa que a dor que eu tenho por perder alguém que amo tenha desaparecido? Eu pensei nisso.

 

P: Parece que você pensou em coisas realmente profundas.

KAI: Eu li algo assim num livro. Apesar de parecer que o sofrimento da família da vítima desaparecerá com a execução do culpado, não importa o quanto eu pensasse nisso, não era o caso. Pra simplificar, se alguém roubar algo precioso de mim e isso é algo que apenas uma pessoa no mundo tem e essa pessoa depois vier se desculpar, trazendo algo similar para substituir… Mas esse algo similar seria a mesma coisa da original? Continuo pensando sobre essas coisas.

 

P: Já fazem 7 anos que EOX debutou. O que os membros são pra você?

KAI: Nós temos um relacionamento tão natural agora que eu não sei realmente o que pensar sobre eles (risos). Mesmo que não falemos isso ou expressemos do nosso jeito, nós todos já sabemos que para cada um de nós, somos os mais importantes uns pros outros. A existência deles é muito relaxante e agradável pra mim.

 

P: O que você acha que os outros membros, seus amigos e sua família pensam sobre você?

KAI: Pras pessoas que sou próximo, acho que pensam que sou amigável. Mas pras pessoas que não me conhecem tão bem, vão dizer ‘ele parece frio’, mas isso é apenas o que vêem superficialmente, pois na verdade sou uma pessoa bem passional.

 

P: Você parece ser do tipo que enxerga preciosidade nos mais “chegados”. Os outros membros do EXO compartilham da mesma opinião?

KAI: Sim, eu sou. Os membros? É claro! (risos)

 

P: No drama, Shikyung alcança o ponto de virada na sua vida quando se transfere pra um colégio no interior. Qual foi o ponto de virada na sua vida?

KAI: Quando estava no 6º ano da escola primária, estava pensando em ir pra uma escola secundária focada em artes, mas meu pai sugeriu que fosse pra uma audição da SM Entertainment. Esse foi o ponto de virada na minha vida. Com aquela decisão, minha vida e carreira mudaram felizmente. Foi uma grande guinada na minha vida.

 

P: Numa entrevista anterior, você compartilhou que “ainda quer aprender os charmes da atuação, um por um”, mas e agora que você terminou Andante?

KAI: Claro, não duraria a vida toda, certo? Porque mesmo como um cantor, há ainda muitas coisas que eu não sei sobre (risos). Acho que é melhor não estar satisfeito com tudo que faço, pois quero dar o meu melhor em tudo que faço, com uma atitude de “quero aprender”. Quero continuar como o Jongin que permanecerá crescendo.

 

P: Por favor, deixe uma mensagem para as fãs japonesas que estão se antecipando pelo drama.

KAI: Em Andante, você poderá ver muito do meu lado divertido que não tenho muitas chances de mostrar (risos). Eu acho que Shikyung é um garoto muito fofo. Então, enquanto assistem esse meu lado, seria legal se vocês pudessem aproveitar e relembrar do seu próprio tempo no ensino médio também.

Trad. ING: niniscope
Trad. PT-BR: Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *