kaiunionbrasil.com / fanbase brasileira dedicada a kim jongin

P: Você parece muito animado hoje.
K: Eu tenho estado realmente feliz ultimamente. Pois após minha recuperação da lesão, comecei a realizar atividades com o grupo novamente. Quando você olha pra isso, não é de realmente muita tensão? Haha.

P: Você tem estado tão ocupado até agora, não é ok descansar por um tempo assim?
K: Essa foi a minha segunda lesão neste ano. A primeira, eu me machuquei enquanto praticava. E naquela época fiquei de repouso por 2 meses e depois de me recuperar, eu dancei por cerca de um mês e então me machuquei pela segunda vez durante um concerto. Depois disso descansei novamente por mais 2 meses, ficando em repouso por um total de 4 meses. Foi realmente triste. Especialmente quando me machuquei pela segunda vez, sentia como se fosse o fim do mundo. Por pensar sobre não ser capaz de terminar de me apresentar, eu chorei pelo dia todo, não comi e me senti muito angustiado. Então pensei que deveria comer bem e me recuperar logo. Enquanto me focava nos exercícios de correção (provavelmente fazendo referência a fisioterapia), fiz o meu melhor para me recuperar.

P: Foi um grande processo.
K: Foi uma época que percebi muitas coisas. Tentei o meu melhor em não me machucar, mas penso que também é uma questão de sorte. Mas do que qualquer coisa, meu apreço e paixão pelo palco se tornaram mais fortes.

P: EXO está agora em seu 5º ano. Por metade do ano, vocês visitam outros países e sem descansar realizam concertos e fazem atividades promocionais todos os dias. Mas mesmo assim, há alguma atividade do EXO que sempre parece ser nova?
K: Honestamente eu já me acostumei. Eu sou familiarizado com as estações de transmissões, o tempo que passamos no carro (enquanto se locomovem), o tempo que passamos praticando. Mas já que tenho de praticar para novas canções e coreografias, parece novo. Por fazer coisas novas num tempo familiar, nunca se torna tedioso.

P: É um novo sentimento, mas você fala muito bem. Quando o vi na TV, pensei que você não falaria muito. Quando nós fizemos a sessão de fotos agora a pouco, você continuou fazendo piadas esquisitas para os staffs que fingiam não escutar. Você é um homem mais engraçado do que eu esperava.
K: Eu tenho orgulho de dizer que sou uma pessoa engraçada. Mas minha família também detesta minhas piadas. Por fazê-los passar vergonha em todos os lugares que vou, eu falo pouco. Haha. Minha aparência/impressão é bem fria, mas na verdade sou um homem caloroso e gentil. Se eu permanecer quieto, tenho medo que as pessoas com quem trabalho se sintam desconfortáveis então eu tento tornar o clima divertido.

P: A sua personalidade se tornou extrovertida enquanto fazia as atividades do EXO?
K: Quando entrei na SM como um trainee, por quase 2 anos eu não tive qualquer tipo de comunicação com os outros trainees ou com os staffs. Eu só fazia o que precisava de fazer sem falar palavra alguma. Então um amigo próximo alegre e engraçado apareceu. Ele é o Timoteo que debutou no HOTSHOT. Como me dei muito bem com ele, minha personalidade mudou muito. Pensava que se continuasse como uma pessoa introvertida, tudo seria desconfortável. Então eu intencionalmente faço piadas e brinco com as pessoas com quem me sinto a vontade.

P: Você debutou enquanto estava na adolescência e agora se tornou um jovem de 23 anos de idade. Você teve alguma resolução pensando em “eu tenho que fazer isso quando passar pelos 20 anos de idade”?
K: Por não beber e não gostar de brincar por aí, não teve algo em especial que quis fazer. Ao invés disso, eu quis comprar comida com meu próprio dinheiro. Era bem raro comer o hamburguer do McDonalds, frango e pizza nos meus dias de trainee. Às vezes quando os trainees iam comer num restaurante para grelhar carnes, eu comia muito apressadamente. Então eu tinha uma resolução que era: “Eu tenho de comprar comida com meu próprio dinheiro quando tiver passado dos meus 20 anos e tiver debutado”. Tenho um motivo especial para gostar tanto de comer frango. Há uma lembrança feliz. No passado, houve uma ocasião em que meu pai trouxe frango tarde da noite e nossa família sentou reunida e comeu deliciosamente. Depois de debutar no EXO, um dia quis comer frango e então comi frango por uma semana inteira, todos os dias. Antes de ir dormir, eu decidia “Ah, amanhã eu tenho de pedir frango” e assim que abria meus olhos no dia seguinte, eu pedia frango e comia. Eu estava realmente feliz. Haha.

P: Você tende a planejar coisas do tipo: “Eu devo viver deste modo quando tiver 30 e tentar isso quando tiver 40”?
K: Pensei em viajar aqui e ali quando fizer 30 anos. Haha. Mas quando tiver 30, irei aprender mais sobre coreografia e me tornar um coreógrafo. Quando completar 40 anos, quero tentar planejar um concerto (produção). Eu realmente não planejo as coisas assim, pois acho que o amanhã é mais importante. Se eu praticar muito hoje e minhas habilidades no canto e dança melhorarem amanhã, estou satisfeito. Também acho que a vida é algo que você apenas será capaz de conhecer, vivenciando-a.

P: Tudo que você quis atingir com o EXO não se tornou real? Você esteve no primeiro lugar, recebeu daesangs e todos na Coreia conhecem o EXO. É algo gigantesco.
K: Ultimamente tenho sentido que isso não é tudo. Depois do debut do EXO, eu disse isso aos membros. “Começando assim, não vamos nos tornar cantores medíocres. Vamos ser os melhores cantores.” Receber bons prêmios não significa que todas as metas foram alcançadas, mas sim porque temos de continuamente seguir em frente. Ao invés do que queremos atingir como o EXO, nossa principal meta para todos os membros como um grupo é manter uma ótima imagem até o fim. Também porque conforme vivemos, nossas metas sempre mudam.

P: Atualmente o EXO tem ampliado seu território de trabalho. Há também membros que atuam. Nesse contexto, se o Kai tivesse de expandir o território de trabalho, em qual campo seria?
K: Primeiramente, como solista. Quero revelar minhas habilidades na dança e canto com minha própria composição. Em segundo, gosto de ser fotografado como no editorial de hoje. Então eu quero demonstrar que há esse tipo de sensação dentro de mim através de vários editoriais. Apesar de querer atuar, não posso dizer precipitadamente que quero me desafiar nisso, pois ainda não tenho certeza se tenho ainda aptidão para isso. Haha.

P: Você pode se tornar um ator inesperadamente. Mas ao meu ver, você tem o seu próprio estilo para moda e gosto para música. Você tende a ficar preso ao seu próprio gosto conscientemente?
K: Sim. Pra moda, eu gosto de um estilo bem simples. Ao invés de roupas glamourosas com muitos detalhes, presto mais atenção nas cores e senso da roupa. O caimento também é importante. Mas quando estou realizando as atividades do EXO, há muitas roupas com acessórios e detalhes. Então no dia a dia, coloco meus chinelos e saio por aí confortavelmente. Haha. Para música, escuto muitas do gênero neo-soul. Desde o passado eu tenho essa preferência.

P: A mudança positiva que surgiu enquanto fazia as atividades com o EXO?
K: Eu tenho mais paciência e a raiva dentro de meu coração desaparece. Também no passado, eu não podia ensaiar com um grupo. Tinha de fazer isso sozinho. Se os outros trainees fossem pra casa as 21h, eu ficava e praticava até 00h, 01h. Mas depois de realizar as atividades em grupo como o EXO, esse tipo de personalidade diminuiu bastante. Ah, acrescentando, em comparação a antigamente, eu não tinha muitos amigos e não sabia como encarar as pessoas. Antes era muito estranho encarar as fãs, mas ultimamente nem brincando. Mesmo quando eu penso nisso, é muito natural. Haha.

P: Se estivermos falando sobre um grupo de ídolos que está subindo até o topo, há muitos momentos difíceis também. Nesses momentos, o que te faz continuar?
K: No Japão, enquanto fazíamos um show, eu vi uma mãe e sua filha utilizando minha camiseta do concerto e me dando apoio. Elas estavam segurando um banner com “Kai-ssi” escrito. Eu me senti muito bem naquela vez. E por pensar que talvez existam pessoas que me enxergam e sonham em se tornar um cantor, trabalho ainda mais duro. Ao invés de dizer que faço isso por ter consciência de alguém, (apenas sinto que) é divertido. Mesmo que seja cansativo, ainda é divertido, então faço meu melhor.

P: Você se tornou o modelo de capa da ARENA de novembro. É um posto que apenas homens legais ocupam, então Kai conquistou um reconhecimento. Como você se sente?
K: No passado, achava que uma pessoa com uma aparência boa ou uma pessoa com suas próprias ideias eram legais. Mas eu não acho que isso é tudo. Um homem realmente legal não precisa declarar que ele próprio é legal apesar das pessoas ao seu redor reconhecerem isso. Neste sentido, ser o homem da ARENA me faz sentir honrado e feliz. Pois significa que sou reconhecido. Mas honestamente eu mudo as vezes. Uma vez posso parecer realmente legal e outra posso parecer antiquado. Quando estou a caminho para encontrar meus amigos, há vezes em que olho meu reflexo no espelho e penso: “sou realmente um cantor?”. Haha.

P: Ao seu redor, há algum homem legal ao ponto de poder ser o homem da ARENA?
K: Sim. O nome dele é Kai.

P: Ah. É por conta desse tipo de piadas que as pessoas continuam dizendo pra não fazê-las.
K: Haha. Se você me pedir para responder essa pergunta, a resposta será os membros do EXO. Todos os membros são homens legais. Muito gentis e suas personalidades também são boas.

 


Créditos: Arena Homme+
Trad. ING: choconini_
Trad. PT-BR: Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *