» 04.01.17 – Atualização de Kai no website oficial EXO-L
» 03.01.17 – Comentários no Instiz e Weibo sobre o estilo simples e casual de Kai.
» 03.01.17 – Entrevista de Kai para o Sports Seoul
» 03.01.17 – Entrevista de Kai para o Naver
04.01.17 – Atualização de Kai no website oficial EXO-L

c1q6oncucaaluf3 c1q6oneuaaatakq c1q6oncveaaaz4e
“Feliz Ano Novo! Sou o Kai do EXO.
Pessoal, ao entrarmos neste ano novo, os convites para a Festa do Urso foram entregues!
Seria legal se todas as pessoas que se inscreveram pudessem vir, então peço desculpas àqueles que não conseguiram o convite.
Mas não me sinto tão culpado pois terão muitos dias que ficaremos juntos no futuro~
Não é porque o desejo de vocês me encontrarem é menor ou vocês se esforçaram pouco… Como eu sempre digo: o sentimento de amor é o mesmo!
Encontrarei uma maneira de fazê-los sentir como se estivéssemos fazendo isso juntos.
De qualquer forma, vim aqui para divulgar a data da Festa do Urso e desejar um Feliz Ano Novo a todos vocês!
De 1º de janeiro, o ‘Kai que trabalha duro’ também está trabalhando duro em lugares não vistos, não só nas transmissões.
Eu irei correr diligentemente com todos até este ano acabar.
Pessoal, fortaleçam seus corações e se preparem com toda certeza!
Por favor, cuidem bem de mim neste ano. Eu amo vocês.”


Trad. ING: choconini_
Trad. PT-BR: Carou @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

03.01.17 – Comentários no Instiz e Weibo sobre o estilo simples e casual de Kai.

❖ WEIBO

Kai do EXO: estilo visual simples e casual.


[+1090] Suas pernas podem estrear como artista solo.
[+842 ] Uma não-fã que tem um bom sentimento sobre o Kai aqui, ele é muito bonito quando dança.
[+606 ] Estilo simples e confortável , suas proporções são boas também.
[+528 ] Jongin que não gosta de vestir meias, Jongin que não gosta de pirulito de morango aromatizado, Jongin que gosta de frango frito, Jongin que fica bonito com rosa, Jongin que gosta da cor azul, Jongin que mostra 20 dentes quando sorri, Jongin que gosta de cachorrinhos, todo Jongin é meu Jongin favorito.
[+456 ] Gege é tão estiloso.
[+400 ] Apenas dizendo que eu estou prestes a me tornar uma fã.
[+317 ] Garotos no inverno fazem o coração vibrar.
[266 ] Nosso Jongin-ah.
[+248 ] Esse corpo.
[+237 ] Totalmente amo essa sensação.

❖ INSTIZ

– Depois de acordar seu cabelo é como um ninho de magpie e seus olhos são inchados, tão fofo… TT TT
– Com esse rosto, com essas proporções, não importa o que ele vista… Fica legal.
– O corpo do oppa está esmagando meu coração.
– Corpo quente TT TT TT TT Tão meu estilo.
– Flor de cerejeira Jo-Nin…
– Com certeza as roupas são importantes, mas é o corpo que proporciona isso (o resultado).
– Não, é o seu corpo que proporciona isso completamente TT TT TT
– Jongin-ie veste todas as roupas bem TT TT TT TT
– Suas roupas são seriamente meu estilo TT TT TT
– O corpo de Kim Jongin faz tudo, mesmo se ele vestisse um jornal iria ficar bom.


Créditos: Naver, Weibo e Instiz
Trad. ING: netzonexo
Trad. PT-BR: Ana Irene @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

03.01.17 – Entrevista de Kai para o Sports Seoul

Kai do EXO: “Escolheu a SM ao invés do ballet há 12 anos atrás”.

A conexão do EXO com o Sports Seoul que patrocina o Seoul Music Awards é profunda. Eles ganharam um prêmio de rookie do ano em 2013 na 22ª Edição da premiação, esta que fora sua primeira vez (no Seoul Music Awards) depois do debut em 2012. E receberam um Bongsang, um prêmio de álbum digital e um Daesang na 23ª Edição, em 2014. Também receberam outro Bongsang, um prêmio de popularidade pela iQiyi e um Daesang (consecutivamente) em 2015. Em 2016, receberam um Bongsang, um Daesang e um prêmio especial pela onda Hallyu. Além disso, receberam a honra de ter uma ‘Triple Crown’ por receberem Daesang por três anos consecutivos. EXO se tornou um time que atingiu o milagre de ‘três vitórias consecutivas em Daesangs” pela primeira vez na história da 25ª Edição do Seoul Music Awards.

Kai especialmente se tornou um assunto principal ao derramar lágrimas enquanto dava um discurso de agradecimento no 25º Seoul Music Awards, que ocorreu em seu aniversário (14 de janeiro).

Você revelou que “Se sentiu feliz por receber um prêmio tão bom em seu aniversário” e chorou no Seoul Music Awards de 2016.

“Todos os prêmios Daesangs de premiações musicais são preciosos, mas o troféu de Daesang que recebemos no último ano em janeiro no Seoul Music Awards que ocorreu no meu aniversário é escolhido como o melhor presente que já recebi na minha vida. Sei que não é fácil ganhar um Daesang por três anos consecutivos. Eu senti que nossos fãs nos apoiaram tanto, e aquele prêmio pareceu como um presente de aniversário. Então lembro de ter trabalhado ainda mais duro para nossa performance (após receber o prêmio).

A razão por ter chorado enquanto dava o discurso naquele dia? Honestamente, as atividades de 2015 não foram realmente fáceis, particularmente falando. Começando por janeiro, nós trabalhamos duro filmando um MV e eu pessoalmente tive uma crise existencial. Então me confortei e acalmei meu coração olhando outras pessoas sonhando em se tornar cantores e dizendo a mim mesmo: “Vamos trabalhar duro. Vamos ser felizes”. Eu passei o meu ano assim, mas por termos encerrado o ano bem que ganhamos aquele prêmio. Prêmios sempre possuem significado, mas aquele prêmio (especialmente) pareceu precioso naquele momento.”

Esse é o segundo ano do galo que Kai enfrenta desde que nasceu. Kai disse que lembra como não foi passar em sua primeira audição (em 2005) de sua companhia atual, SM Entertainment, e teve uma ferida em seu coração a 12 anos atrás, no último ano do galo. Mas nestes 12 anos, ele está no topo como membro de um grupo ídolo e inspirado para novos desafios. Kai, que é escolhido como alguém que está no melhor nível de dança entre os ídolos da nação, expressou sua esperança no desejo de ter a palavra “(o) melhor” agarrado junto a seu nome no ano do galo que retorna após 12 anos.

Se você olhar ao seu redor, há alguma celebridade que seja do ano do galo que seja próxima a você?

“A celebridade que nasceu no ano do galo que sou próximo é o Taemin do SHINee. Não há muitas celebridades do ano do galo que seja próximo, então eu realmente não sei, mas há características comuns entre Taemin e eu. Nós perdemos nossos pertences com facilidade e somos atrapalhados. (Risos) Nossa tendência em se focar em (apenas) uma tarefa por vez também é similar.”

Planos de atividades e aspirações para 2017, o ano do galo.

“Eu realmente vou fazer muitas coisas. Eu quero fazer muitas coisas! E acho que eu preciso trabalhar muito. Claro que tenho que dançar e cantar diligentemente, mas se me derem uma tarefa desafiadora eu também quero dar o meu melhor. Pessoalmente, quero gravar vários vídeos meus dançando e mostrar aos fãs em vários canais/plataformas. Também gostaria de fazer várias atividades em grupo com o EXO.”

Algo que você quer escutar no final de 2017.

“Mais do que algo que quero escutar, há algo que quero dizer. Como disse anteriormente, quando alguém me pergunta como o ano de 2016 foi, acabo dizendo “lamentável”. Quando 2017 acabar, eu gostaria de poder dizer numa entrevista que: ‘foi um ano produtivo, estava feliz’.

Você recentemente filmou o webdrama ‘7 Primeiros Beijos’. (Você tem) Alguma ambição/interesse particular na atuação?

“Eu apenas filmei alguns episódios de web dramas até agora, então eu não acho que estou no nível de dizer nada orgulhosamente sobre atuar/ser um ator. Acho que estou no ponto de gradativamente perceber o encanto (de atuar). Eu tenho vivido constantemente sabendo (apenas como) dançar e cantar, mas me foi dado a não-tão-fácil tarefa desafiadora de atuar. Mas estou gradualmente caindo por pelos encantos da atuação. Eu sou muito inexperiente e ainda estou aprendendo muito, e mesmo que ainda haja muito o que aprender de agora em diante, é muito divertido e acho que sei porquê atores amam atuar. Ainda me carece experiência, mas as memórias felizes que sinto enquanto filmo estão crescendo. É sempre melhor ter algo divertido quando se está fazendo algo, então acho que atuar também irá me fazer feliz como dançar e cantar fazem.”

O que você fez no ano do galo de 2005, 12 anos atrás?

“2005, eu estava no 6º ano. Eu fiz ballet desde que tinha 8 anos e pensei em me especializar nisso no ensino secundário. Diferente de mim, meu pai me disse para fazer uma audição para SM Entertainment. De todos os dias, a audição da SM se sobrepôs a minha entrevista com o ensino secundário (estou assumindo a entrada ou para discutir a carreira no ballet). Em frente a uma encruzilhada de decisões, decidi ‘então terei de fazer ballet.’ Mas meu pai disse ‘se você passar nas audições da SM, vou te comprar um Nintendo’. Então fechei meu sonho de ir para o ensino secundário com ballet e fiz a audição para SM. Eu falhei/fui eliminado daquela vez. (Risos)

Mesmo sendo jovem, eu tive o sentimento de que falhei com minha vida toda de uma vez. Eu pensei, ‘Por enquanto, vamos fazer ballet e preparação para ser idol juntos’ e me preparei para o ballet e para a audição (da SM) do ano seguinte. Eu lembro de assistir vários vídeos do Rain e do Michael Jackson. Foi em 2007, no meu segundo ano do ensino secundário, quando fui contactado pela SM. Naquela ocasião fui para SM nem mesmo como trainee, mas como um aprendiz, o que é um nível abaixo de trainee. (Risos)”

É interessante que seu pai te apoiou/incentivou de todo o coração (para a audição).

“O sonho original de meu pai era em artes, mas ele disse que não pode realizá-lo, pois sua família era contra. Então ele me deixou fazer tudo o que eu quisesse fazer. Desde pequeno, eu ia a todo o hagwon de arte e música (academias particulares para aprendizagem de matérias especializadas além da escola). A área que eu mais tinha interesse era dança. Então comecei ballet quando tinha 8 anos, venci o primeiro lugar em uma competição nacional (e fez bastante diferença).

Fazer as audições da SM também não foi porque eu desejava fazer, mas porque meu pai preparou isso para mim. Ele filmou todos meus vídeos de dança com uma filmadora desde que eu tinha 8 anos de idade e ele tornou a audição possível para mim ao mandar esses vídeos para a SM. Houve crises quando eu falhei naquela audição da SM, mas meu pai disse que acreditava em mim. Hoje em dia, quando eu o vejo, ele irá me dizer ‘Eu sabia que você faria bem/teria sucesso. Mesmo olhando isso de uma perspectiva externa (sem favoritismo por ser pai de Kai), você se saiu muito bem quando era menor.”

Se imagine daqui a 12 anos.

“Honestamente, eu não consigo imaginar (como será) daqui a 12 anos. Não é algo que eu pense com muita frequência. Primeiro, eu continuarei dançando até não consiga mais sentir prazer com isso. É divertido, então não é fácil parar pra pensar em parar de dançar. Provavelmente vou estar dançando mesmo quando tiver 36 anos. Ou talvez eu esteja trabalhando com algo relacionado (a dança). Um desejo pessoal? Quando eu fizer 36 anos, quero ouvir que sou o “melhor” em qualquer área que estiver. Claro, manter isso não será fácil, mas não quer deixar isso ir. Pelo menos, eu gostaria de ser chamado de ‘Kai é o melhor dançarino de nosso país’ daqui a 12 anos.”


Fonte: Naver
Trad. ING: ctrIbeat
Trad. PT-BR: Carou e Bekka @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

03.01.17 – Entrevista de Kai para o Naver

Kai do EXO: uma estrela nascida no Ano do Galo

“Ultimamente, minha paixão está queimando como um galo de briga. O ano do galo, pois será o meu ano.”

O ano de 2016 foi um ano de arrependimentos em vários aspectos para Kai, que é a primeira escolha para o ‘dançarino’ do grupo top da nação: EXO. O time teve sucesso como esperado, mas (Kai) pessoalmente não pode se comprometer as atividades por ter lesionado seu tornozelo duas vezes e ter se dedicado ao tratamento da reabilitação por 4 meses. Essa pode ser a razão para o rapaz que nasceu ‘no ano do galo’ ter uma determinação diferente para encarar o ano de 2017. Num encontro recente (com Kai), ele estava antecipando muito pelo ano do galo como um galo de briga que eleva sua crista.

As atividades do EXO em 2016 foram maravilhosas.

“Pessoalmente, foi um ano que me fez sentir muito arrependimento. Eu gosto do fato de que as atividades individuais dos membros aumentaram, dando a eles mais oportunidades de demonstrarem seus próprios charmes e talentos, mas por causa disso, as atividades do grupo como um todo diminuíram um pouco. Isso significa que as chances de encontrar diretamente nossos fãs foram pequenas. Nossos (números de) fansigns também diminuíram comparados ao ano de 2015. Independentemente se a nossa música se tornar um hit ou não, fazer muitas atividades e ter tempo para nos comunicar com os fãs e estar no palco como um grupo com maior frequência é um desejo pessoal.

2016 talvez tenha sido diferente para cada membro. Tiveram membros que atuaram ou tiveram atividades com unit e também tiveram membros que passaram o tempo praticando para desenvolver e aperfeiçoar suas habilidades. Cada membro pode ser capaz de olhar para si próprio através de suas próprias posições. E acho que 2016 foi um ano que nos possibilitou pensar sobre o que cada um fez de bom e o que mais nós devemos fazer.”

EXO, incluindo Kai, alcançou resultados de sucesso mais do que qualquer um tendo como base seu forte fandom. O terceiro álbum completo que foi lançado em junho estabeleceu um novo recorde, fazendo do grupo um artista que vendeu mais de três milhões de cópias, seguindo os dois álbuns completos já lançados. E eles também varreram os charts musicais e receberam muito suporte e apoio pela faixa “Dancing King”, resultante de uma colaboração com Yoo Jae Suk. Além das atividades de grupo, as atividades solo e de unit também foram vívidas, com o lançamento do álbum solo ‘Lose Control’ do membro chinês Lay e também da unit EXO-CBX (ChenBaekXi) ganhando a atenção do público. D.O. também obteve um dos papéis principais no filme ‘Hyung’. EXO também lançou o álbum especial de inverno ‘For Life’ em dezembro, demonstrando o trabalho duro do grupo. Entretanto, também foi um ano que deixou arrependimentos para Kai, pessoalmente. Já que ele teve de se dedicar por 4 meses a reabilitação devido a lesões consecutivas num mesmo tornozelo, e por ter mostrado aos fãs uma imagem sua sentado numa cadeira de rodas.

Que tipo de ano foi 2016 para Kai?

“Pessoalmente, foi um ano que deixou arrependimentos. Eu também apareci para os fãs me locomovendo (para um compromisso) numa cadeira de rodas devido a uma lesão ‘feia’ no tornozelo. Também não pude dançar, o que eu gosto (tanto) de fazer, pois tinha que permanecer apenas no tratamento da reabilitação. Me estressei muito por ficar preocupado em me machucar novamente. Esse deve ser o motivo pelo qual deixei o meu “eu recuperado” ‘pegar fogo’ no final de 2016. Eu estou praticando no mínimo por 8 horas e me preparando como um galo de briga. Estou me antecipando por esse ano. O ano do galo, pois é o meu ano.”

Se você pudesse escolher o seu momento favorito após o debut do EXO.

“Não acho que posso escolher apenas um. Primeiramente, eu lembro da data do showcase de debut: 31 de março de 2012. Não havia um motivo para mostrar minhas performances para outras pessoas antes disso e verdadeiramente foi minha primeira experiência no palco. A animação da audiência, o tremor que senti. Não acho que serei capaz de simplesmente esquecer isso. Estava realmente muito nervoso antes de subir no palco, mas assim que entrei eu comecei a sorrir e rir enquanto aguardava a música começar. Estava tão animado que não consegui dançar de maneira que ficasse satisfeito.

Também lembro de maio de 2012, o Dream Concert que participamos logo após nosso debut. Foi no Seoul World Cup Stadium e cantamos ‘Sorry Sorry’ dos sunbaes do Super Junior na época. Todos os membros estavam muito, muito nervosos, por ser um palco tão grande. Antes de subirmos no palco, todos os membros se reuniram, gritando algo, nos agitando e dando força um ao outro. Então acho que naquele momento, todos os membros estavam felizes e cheios de um espírito de garra antes de entrarmos em cena. Quando conversamos, frequentemente nos lembramos dessa ocasião. Receber um Daesang em premiações musicais também é sempre emocionante.”

Qual foi o momento de maior arrependimento ou dificuldade até agora.

“Foi realmente muito difícil quando lesionei meu tornozelo pela segunda vez. Fiquei de repouso por 4-5 meses. Não foi fácil escapar do desânimo profundo e tristeza. E não faz tanto tempo que lutei contra esses sentimentos. Sou normalmente uma pessoa que pratica diligentemente e sou feliz dançando: aproveito estar no palco mais do que ninguém, mas por ter lesionado meu tornozelo, não pude dançar ou fazer o que queria fazer. Eu tive um abatimento súbito.

Meu corpo se recuperou, mas não está 100% ainda. Até um tempo atrás, eu ainda tinha a preocupação/peso de me machucar novamente. Também tenho a preocupação do que posso fazer bem. Acho que num certo ponto o estresse se acumulou devido ter ficado ‘parado’ por tanto tempo. Eu tenho que dançar de maneira feliz, mesmo que esteja só praticando. Mas percebi que de fato não estava praticando e sim descansando com maior frequência mesmo depois de me recuperar. Portanto comecei a pensar no que estava fazendo e não conseguia ficar satisfeito ao ver minhas performances. Devo dizer que era como se os fogos de artifício dentro de mim estivessem ficando menores?

Mais ou menos entre setembro e outubro fiz uma promessa que não poderia ficar daquele jeito. Agora, nos dias que não tenho compromissos, meu dia consiste em somente praticar. 5 horas de prática de dança, 2-3 horas de aulas de atuação/teatro, 3 horas de aula de canto e quando termino tudo já são normalmente 2 horas da manhã. Eu realmente estou antecipando por esse ano. Ainda acho que pessoalmente meio que perdi meu jeito no palco. Mas estou antecipando por um ‘eu’ mais aperfeiçoado (um Kai que estará de volta ao normal de 100% de força, se não melhor).”


Fonte: Naver
Trad. ING: ctrIbeat
Trad. PT-BR: Carou @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

02.01.17 – Kai foi citado na coluna [Pop News] do site ‘K-POP Herald’

EXO KAI – Rei do Dance Machine

A paixão de Kai foi explosiva. Antes de começar ‘Monster’ no ‘Gayo Daejeon’, foquei minha atenção com antecipação. Antes disso ele já era um tema quente juntamente com Sehun com sua performance de dança no ‘tanque de água’. Então, outra série de ‘músicas com chuvas pesadas’ foi adicionada. No ‘Song Festival’, Kai abriu a apresentação com sua dança apaixonada e sexy para música do EXO ‘Artificial Love’ e salvou a dignidade de dançarino principal no EXO.


Trad. PT-BR: Bekka @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

.

01.01.17 – Comentários sobre Kai no MBC Gayo Daejejeon

❖ NAVER

[+589 | -21] Como esperado do EXO, Jongin com ‘Lotto’ é o melhor ㅠㅠ
[+568 | -18] Eu sou uma fã que morreu quando Jongin cantou ‘Lotto’
[+532 | -18] Eu esperei um ano para ver Jongin cantar ‘Lotto’ ㅠㅠ
[+501 | -17] ‘Lotto’ que tem Jongin se apresentando com os outros membros ㅠㅠ É tão bom ㅠㅠ
[+454 | -16] Kai com ‘Lotto’ é daebak ㅠㅠ EXO, eu te amo ㅠ
[+445 | -18] Kim Jongin dançou ‘Lotto’… Eu estou morta agora
[+423 -18] 01.01.17-0h37 A primeira apresentação do Deus Kai com ‘Lotto’
[+406 | -15] A roupa de Kai é tão desejável… Este ano também, vamos fazer ser o ano do EXO. EXO! Eu te amo
[+299 | -16] Kai é maciço..
[+283 | -12] Finalmente Kai performou ‘Lotto’!!! Ele é tão sexy e legal ㅠ a câmera não era boa, mas os meninos sempre fazem apresentações fantásticas.
[+280 | -12] Jongin-ah ㅠㅠ é ‘Lotto’… ‘Lotto’ ㅠㅠ por favor… o peito do nosso Jongin ㅠㅠ os meninos são todos lindos ㅠㅠ


❖ WEIBO

[+283] Ren-mei (como os fãs chineses chamam Jongin) e Lay hyung tem uma sincronia mesmo através dos oceanos. Um profundo mergulho na gola em V e um peito aberto. Dançarinos-nims principais estão todos gotejando sedução
[+134] Finalmente vimos Ren-mei dançando essa coreografia
[+91] Me confessando pra profundidade da gola V no pescoço de Kai.
[+33] No começo eu pensei que Ren-mei não estava vestindo uma camisa

❖ INSTIZ

[Membro do EXO que causou um tumulto na comunidade feminina hoje]

– Meu mundo foi virado de cabeça para baixo… Jongin-ah…
– Realmente… Quando eu o vi eu fiquei ‘wow’…
– Lembre-se… O dia que Kim Jongin performou ‘Lotto’… 01.01.17… Vamos performar na próxima vez com Xing-ie com 9 membros
– Kim Jongin e ‘Lotto’… Obrigado… Essa roupa, cabelo, rosto, dança, tudo era tão perfeito que eu estava sem palavras…
– Causou um tumulto no meu coraçao também…
– Vendo o peito de Jongin no dia de ano novo… Parece que eu usei a sorte de todo o meu ano
– Huh… Você não pode fazer isso… Nini-ya


Créditos: Naver, Weibo e Instiz
Trad. ING: netzonexo
Trad. PT-BR: Paloma @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

30.12.16 – Atualização de Kai no website oficial EXO-L: Mensagem Especial de Inverno

p1b571iieq1cvi5lu1ef66cam91

Para: EXO-Ls

“Olá! Aqui é o Kai do EXO! 2016 passou e 2017 já está quase chegando. Eu quero passar o próximo ano de maneira mais feliz com vocês. Eu quero vê-los com mais frequência, performar em mais palcos e conversar mais com vocês.
Eu ficaria totalmente satisfeito e feliz apenas com isso
Pessoal, se divirtam e sejam felizes comigo no futuro também~
Sempre sinto saudades de vocês e sou muito grato e amo todos vocês ~~   


Trad. ING: kimjoninis
Trad. PT-BR: Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

26.12.16 – Atualização de Kai no website oficial EXO-L

“Pessoal, o Gayo Daejun terminou!~
Não conseguia escutar/ter um retorno bom da música, então não pude dançar. Me senti mal sobre isso com vocês então trouxe um presente!
Se houver outra chance, dançarei aquilo novamente, haha!
Tchaaau~


Trad. ING: kimjoninis
Trad. PT-BR: Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

24.11.16 – Atualização de Kai no website oficial EXO-L

cycsq20weaaucw5 cycsqmgxeaamriz

 

“EXO-L~
Vim aqui no caso de vocês sentirem minha falta.
Eu também estou com saudades de vocês… hehe
Tenham um bom dia também!”


Trad. ING: SMEnt_EXO
Trad. PT-BR: Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.

22.11.16 – Entrevista de Kai para a Revista Dazed Korea – Edição de Dezembro/2016

Estará tudo bem se chamá-lo pelo seu nome real, ‘Jongin’, ao invés de ‘Kai’ hoje?
Kai: Quase nunca uso o nome ‘Jongin’ quando estou nos meus compromissos profissionais. Quando estou fazendo meu trabalho, que não é algo particular/privado, me sinto estranho porém feliz por me chamarem pelo meu nome real. Você pode me chamar como desejar.

Mas você viveu um tempo maior como ‘Jongin’ do que como Kai. Então você não se sente estranho (por ser chamado de Kai)?
Kai: Ao invés de dizer que é estranho, penso que quando estou trabalhando já estou habituado ao nome ‘Kai’. Essa entrevista também é um trabalho, certo? E quando estou trabalhando, me sinto feliz e alegre quando escuto o nome ‘Jongin’ (por ser incomum se chamado deste jeito, enquanto trabalhando).

Quais são os ideogramas chineses do seu nome?
Kai: Gongo e benevolente. Meu avô que escolheu meu nome. O significado é “ser uma pessoa benevolente que acorda ao amanhecer e toca o sino/gongo”.

Você cede muitas entrevistas. Não é cansativo/tedioso?
Kai: De maneira alguma! Ao invés disso, é divertido e aproveitável. Eu gosto de dar entrevistas individualmente após terminar a sessão de fotos, como hoje. Acho que ao invés de ser como uma entrevista, é como se fosse um tempo para nos conhecermos naturalmente, como conversar! Enquanto conversamos sobre o que está dentro de nossos corações.

Você está dizendo que há ocasiões que você fica curioso sobre o entrevistador, aquele que senta a sua frente e faz perguntas?
Kai: Eu também sou humano. Dizer que isso é apenas uma entrevista, sentando e apenas falando sobre mim… Não é algo divertido. É mais legal conversarmos. Então se eu gostar do ‘hyung’ que me entrevistou, nós podemos nos tornar próximos.

Alguém disse que uma entrevista é como ‘um diário que foi escrito ontem a noite’. E quando o próximo dia chegar, ficará envergonhado e não será capaz de ver. O que você pensa sobre isso, Jongin?
Kai: Geralmente vejo e leio minhas entrevistas. O tempo em que eu disse aquelas palavras e pensei daquela maneira. Me sinto renovado ao lê-las novamente. Apesar de ser possível ficar envergonhado se lesse a entrevista que dei quando tinha um pensamento infantil quando debutei, não acho que houve nenhuma ocasião assim (em que ficasse envergonhado por suas palavras numa entrevista). Primeiramente, acho que não sou uma pessoa que costuma falar coisas que irei me envergonhar.

Apesar dessa ser a sua profissão, há muitas pessoas que se sentem desconfortáveis e assustadas em serem fotografadas. Mas você parece a vontade. Posso perceber que você gosta disso.
Kai: Eu sou um pouco tímido com estranhos. E continuo escutando que pessoas que não me conhecem bem e me veem, pensam que sou uma pessoa pouco amigável, mas na verdade sou alguém gentil que pensa que a lealdade é importante. Apesar de ser alguém famoso (como cantor/idol), estar sob os holofotes ou tomar a iniciativa (de falar com as pessoas, deixar de ser tímido) ainda é difícil. Mas estou feliz por poder ser fotografado (modelar) como um trabalho. Fazer poses, ser coordenado pelo fotógrafo, a atmosfera do set. Eu gosto desses momentos.

O que você pensa ao ver seu rosto nas fotografias?
Kai: Que a pose que eu fiz e/ou a expressão saíram bem na foto. Eu gosto disso. De pensamentos assim. Costumo não acompanhar o site das revistas e com um ‘coração de leitor’ espero o lançamento da edição e ‘ta-da’, vejo as fotos.

Como foi o photoshoot de hoje? Está a espera do lançamento da edição da revista Dazed que está carregada da sua figura?
Kai: Estou me antecipando por como minha imagem será publicada (como ele sairá na revista). A sessão de fotos foi muito divertida. Mas pela quantidade de fotos que tirei hoje, não seria ok aparecer na Dazed por dois meses? (risos) Meu manager hyung perguntou se não estávamos tirando muitas fotos e tinha a intenção de parar (a sessão de fotos), mas por estar sendo divertido, disse que iria (continuar a) fazer tudo.

Há homens que usam relógios e outros que não. E você, Jongin?
Kai: Eu não uso relógios. Também não uso colares ou bolsas. Pois isso é incômodo. Mas recentemente usei um cachecol por cima do meu suéter e meu pulso parecia tão vazio, então pensei que seria legal se tivesse um relógio. Eu gostei da pulseira (do relógio) de couro simples durante o photoshoot de hoje. Na verdade, os relógios glamourosos e caros não são o meu estilo.

Você costuma ser pontual? Hoje você chegou mais cedo do que o esperado.
Kai: É meio que uma roleta-russa. Se eu dormir bem, serei pontual. Mas se estiver cansado, há vezes em que me atraso também. Costumo fazer um esforço para ser pontual com as coisas relacionadas ao trabalho, então evito marcar compromissos logo cedo pela manhã. Sempre marco compromissos nos horários em que serei capaz de ser pontual.

Pessoalmente, acho que você é um dançarino maravilhoso. Acho que como um dançarino, você tem um ótimo físico. Há alguma regra, interna ou externa, que acha importante para mantê-lo?
Kai: Acho que o fato de ter feito ballet ainda exerce influência e me ajuda (aspecto de ter disciplina). Você deve saber disso, mas esse ano lesionei minha perna (tornozelo) e por 4 meses não pude dançar e até me locomover era desconfortável. Foi uma situação onde não pude fazer nada além de ganhar peso e engordei 5 quilos. Todos os músculos que tinha foram perdidos e ao invés disso havia gordura naqueles lugares. Depois de me recuperar da lesão e começar a dançar novamente depois desse tempo, meu corpo estava tão pesado que nada funcionava (não se sentia bem dançando). Se eu dançasse com o físico que estava, não me sentia tão forte. Então imediatamente comecei a fazer uma dieta e já perdi 3 quilos até agora e continuo na dieta.

É apenas uma presunção, mas para um dançarino de 23 anos, acho que força e habilidade são os pontos principais.
Kai: É uma pena que não pude dançar tanto esse ano devido a lesão. Após escutar a essa pergunta e pensar sobre isso, eu comecei a dançar aos meus 8 anos de idade e para cada época foi diferente. Naquela época, provavelmente eu era fofo dançando e quando estava no início do ensino médio, eu dançava provavelmente como um garoto arteiro. Ao chegar aos 19 (anos) quando debutei, comparando com o agora, dançava mais instintivamente. Mas já tenho 23 anos, então não é a fase em que devo estar mais maduro? Acho que, pessoalmente, estou antecipando pelo tipo de dança que farei quando tiver 27-28 anos. (Até lá) Acho que estarei completamente preparado fisicamente e mentalmente.

Estou curioso sobre que tipo de dança Jongin dançou naquela idade. Apesar de ser algo que você gosta, não houve um momento em que você se sentiu desgastado?
Kai: Eu tenho a tendência de não ser capaz de fazer algo que eu acho que não é divertido. Uma vez que a dança não é a única coisa que me faz feliz, é até possível que quando completar 27 anos, não seja mais divertido. Então vou colocá-lo de forma decisiva. Mas desde que tinha 8 anos até agora, tanto quanto eu estou feliz agora mesmo que me estresse, cheguei até aqui. Vendo que eu não desisti, eu acho que no futuro também será assim (não parar de dançar).

Parece que ouvi você se confessando, “se você me perguntar o quanto eu amo dançar~”.
Kai: Está certo. É isso aí. Não importa o quão divertido é alguma coisa, se eu não puder descobrir minha falha ou não ficar satisfeito, não vou receber estresse? Eu acho que dessa forma, a fim de fazer um escape para ficar longe dessa pressão. Não há nenhuma maneira para que pare de dançar.

Depois de decidir conhecê-lo, há algo que sou vagamente curioso sobre. Se você estiver ok sobre, pode nos dizer que tipo de pessoa sua mãe é?
Kai: Minha mãe? Mamãe é uma pessoa muito iluminada, mas se preocupa muito com isso e aquilo também e é uma pessoa fofa como uma menina. Está tudo bem se disser que minha mãe é como uma pessoa de mente muito inocente? (risos) Mais do que qualquer um neste mundo, ela é muito mais maternal que as outras mães. Olhando a maneira como ela me criou, posso apenas pensar que ela é incrível. Quando eu pratico e me sinto cansado, penso na minha mãe. Agora o filho dela se tornou um pouco famoso, certo? Quando estamos juntos, ela anda sozinha na minha frente. E quando eu perguntei a ela o porquê disso e ela disse: “Yah! Não me chame de mãe~~ As pessoas vão te reconhecer e eu sou tímida” e ela continuou a andar sozinha na minha frente (risos).

Desde que começamos a falar sobre a sua mãe, você sabe que sua feição mudou? Há amor transbordando na sua feição.
Kai: Isso é verdade. Eu amo minha mãe.

Todas as pessoas possuem marcas da vida se acumulando em seus rostos. Apesar de talvez você não saber isso, de alguma forma há um vestígio frequente de solidão em seu rosto. Isso é apenas a minha imaginação sobre o assunto, ou…?
Kai: Minha personalidade costuma ser vívida, mas originalmente há uma parte de mim que se isola. Eu gosto de ficar sozinho e tendo a chorar bastante. Também não tenho muitos amigos. Há vezes em que me sinto abatido e quando isso acontece eu fico em casa. Mas não me esforço para afastar estas sensações/emoções. Eu encaro e choro o tanto que estiver aflito e após isso ‘sacudo a poeira’ e me revigoro, pois isso não é algo que devo me envergonhar.

Pra quê ficar envergonhado? Para um artista, esse tipo de sensação/emoção é algo valioso.
Kai: Sim, eu (também) acho isso.

O que devemos fazer para sermos mais felizes do que somos agora? Acho que você sabe a resposta.
Kai: Depende de como a pessoa pensa, mas talvez a felicidade não seja assim tão incrível. Apesar de achar que isso é uma questão de esforço, conforme fazemos esforço para sermos felizes, há vezes em que a felicidade está diante dos nossos olhos. Muitas pessoas não sabem que são felizes quando estão felizes, e apenas passam por isso. Dependendo de como isso se compõe na sua mente, é possível que este momento seja o mais feliz da sua vida. Me esforço para dizer que estou feliz e estou sendo feliz. Hoje, como parte, se disser “Eu realmente gostei da entrevista feita com hyung” você e eu não nos sentiremos felizes? A felicidade pode também não ser algo grande.


Créditos: Dazed Magazine
Trad. ING: choconini_
Trad. PT-BR: Carou e Cintia @ Kai Union Brasil
Não retirar sem os créditos.